Muitos de nós consumimos mais alimentos salgados ou com alto teor de gordura do que o nosso organismo realmente necessita.

Indubitavelmente, o gosto do sal adicionado à comida e a riqueza dos pratos contendo alto teor de gordura são atrativos. Entretanto, pesquisas científicas têm sugerido que existe uma correlação entre dietas com altos teores de gordura e sódio e o risco à saúde, como doenças cardiovasculares, diabetes e hipertensão. Os nutricionistas recomendam a redução da ingestão destes ingredientes, e as indústrias de alimentos têm atendido ao pedido, introduzindo no mercado, versões contendo baixos teores de gordura e sódio em muitos alimentos populares. Manter o sabor agradável nesses alimentos pode, contudo, ser difícil, visto que a remoção de gordura ou sódio pode tornar o alimento insípido.

O glutamato monossódico (MSG) pode ser muito útil nesses casos. O MSG contém apenas um terço da quantidade de sódio quando comparado com o sal de cozinha e é usado em quantidades muito menores. Embora o MSG não seja salgado por si só, se usado em pequenas quantidades em um produto com baixo teor de sódio, pode tornar seu sabor tão bom quanto o proporcionado pelo alto nível de sal.

Pesquisas têm apontado que os consumidores consideram o alimento, com baixos teores de sal se torna muito mais aceitável quando uma pequena quantidade de glutamato monossódico é adicionada.

O estudo avaliou a resposta das pessoas para diferentes versões de sopas claras, na presença e ausência de MSG e com diferentes teores de sal. Sem a adição de MSG, a sopa não se tornou agradável até que a concentração de sal atingisse um valor de 0,75%. No entanto, com MSG, a sopa era considerada apetitosa para uma concentração de sal de apenas 0,4%.

À medida que envelhecemos muitos de nós perdemos a capacidade de sentir gosto e o aroma dos alimentos.

Este processo normalmente começa ao redor dos 60 anos e torna-se mais acentuado após os 70 anos de idade. Consequentemente, a preferência por alguns alimentos pelos idosos pode mudar e, às vezes, essas mudanças levam a uma dieta de qualidade imprópria ou a uma ingestão inadequada de alimentos. O glutamato pode ser de grande valia para a dieta de idosos ao tornar muitos alimentos mais apetitosos e agradáveis.